Fonoaudiologiamagna ut urna semper pellentesque

A fonoaudiologia é a ciência que tem como objetivo de estudo a comunicação humana. Atualmente, o Conselho Federal de Fonoaudiologia reconhece cinco especialidades ao fonoaudiólogo, que é o profissional habilitado para prevenir, orientar, avaliar, realizar o diagnóstico, habilitar/reabilitar ou mesmo aperfeiçoar as funções relacionadas a cada área.

São elas:

Audiologia: Por meio da audição é que se adquire, normalmente, a comunicação oral. Doenças na gestação, infecções de ouvido, uso indiscriminado de medicamentos, exposição a ruídos intensos e outros podem causar alterações auditivas, comprometendo a comunicação e a qualidade de vida do indivíduo.

Linguagem: É a especialidade que trabalha com os aspectos que envolvem a comunicação oral e escrita. O seu desenvolvimento dá-se desde a infância até a idade adulta. Pessoas com problemas de comunicação (expressão e compreensão) podem ter dificuldades na sua integração social e profissional.

Motricidade: Nesta especialidade, o fonoaudiólogo habilita/reabilita funções relacionadas a respiração, sucção, mastigação, deglutição, expressão facial e articulação da fala, propiciando melhores condições de vida e de comunicação.

Voz: Representa a identidade do indivíduo, pois expressa seus sentimentos. É produzida pelas pregas vocais e quando estas não funcionam adequadamente, a voz é alterada, podendo ficar rouca, abafada, soprosa, comprometendo o trabalho e a vida pessoal. O fonoaudiólogo previne, avalia e trata os problemas da voz falada (disfonias), cantada (disonias) e ainda aperfeiçoa os padrões vocais.

Saúde Coletiva: É um campo da Fonoaudiologia voltado a construir estratégias de planejamento e gestão em saúde, no campo fonoaudiológico, com vistas a intervir nas políticas públicas, bem como atuar na atenção à saúde, nas esferas de promoção, prevenção, educação e intervenção, a partir do diagnóstico de grupos populacionais.

O tratamento traz como principal benefício a melhoria da qualidade de vida do indivíduo, seja pela habilitação/reabilitação de uma função ou mesmo pelo seu aperfeiçoamento.